O Que São os Tipos Sanguíneos e o Que Significam

Conhecer nosso tipo sanguíneo é muito importante para diversas ocasiões, principalmente as relacionadas aos cuidados com a saúde e questões médicas.

Assim, os tipos sanguíneos são determinados com base na existência ou não de alguns antígenos na superfície dos glóbulos vermelhos do sangue, que também são conhecidas como hemácias.

Importante sabermos também que um antígeno é todo e qualquer elemento considerado incomum ou desconhecido pelo nosso organismo, e que ao entrar em contato com o mesmo, provoca a formação de anticorpos.

Todo ser humano dispõe de um complexo de antígenos, desta forma, suas distintas combinações criam anticorpos em intensidades bem diferentes.

Em situações onde é necessário se fazer uma transfusão de sangue de modo seguro, é necessário que haja compatibilidade entre os glóbulos vermelhos do sangue (hemácias).

Portanto, como vimos anteriormente, saber ou reconhecer os vários tipos sanguíneos é de fundamental importância em diversas situações, principalmente em urgências médicas.

Mas Afinal, O que Significam os Tipos Sanguíneos

Como vimos na definição anterior, um tipo sanguíneo é estabelecido com base nos antígenos que estão presentes na superfície das hemácias.

Tais antígenos tem papel importante por desenvolverem certas funções no sangue, como fazer o transporte de outras moléculas para fora e para dentro das células, conservar a estrutura das hemácias, identificar células indesejadas com potencial de provocar doenças, entre outras.

Para fazer a especificação dos tipos sanguíneos, são levados em conta dois tipos de antígenos, que são eles: os antígenos ABO e os antígenos Rh.

Na classificação ABO, os tipos sanguíneos são determinados segundo 4 classes: A, B, AB e O.

Diferentemente disso, na classificação do sistema via Fator Rh, o sangue é denominado de Rh positivo ou negativo.

Levando em conta esses dois sistemas de classificação, podemos dizer que existem 8 tipos sanguíneos, sendo eles:

  • A+
  • A-
  • B+
  • B-
  • AB+
  • AB-
  • O+
  • O

O que define nosso tipo sanguíneo é a herança genética dos nossos pais, sendo que cada um deles responsável pela doação de um dos genes ABO para o filho.

Importante citar que os genes A e B são dominantes e o gene O é recessivo. Isso significa dizer que, caso sejam doados genes O e A, o tipo sanguíneo será A, porque ele é o dominante.

Isso não quer dizer, porém, que o filho não possa nascer com o gene não dominante. Na verdade, estamos falando somente de uma maior probabilidade de ser do gene dominante.

Levando em consideração o gene dominante, teríamos uma situação assim:

  • AA = tipo sanguíneo A;
  • AO = tipo sanguíneo A;
  • BB = tipo sanguíneo B;
  • BO = tipo sanguíneo B;
  • OO = tipo sanguíneo O;
  • AB = tipo sanguíneo AB.

No Fator Rh, temos o Rh positivo como o gene dominante:

  • Negativo e Negativo = fator Rh negativo;
  • Negativo e Positivo = fator Rh positivo;
  • Positivo e positivo = fator Rh positivo.

Tipos Sanguíneos x Compatibilidade

O procedimento de transfusão de sangue foi uma das maiores descobertas da medicina, sendo responsável por salvar vidas todos os dias.

Apesar de sua importância, tal procedimento precisa ser realizado de modo seguro. É justamente ai que entra o conhecimento dos tipos sanguíneos, pois é necessário que o sangue doado seja compatível ao do recebedor.

Quando falamos em compatibilidade, estamos falando especificamente do que ocorre entre as hemácias e o plasma.

Vamos tomar como exemplo o grupo sanguíneo tipo A, onde os indivíduos possuem o antígeno A na superfície de suas hemácias e o plasma sanguíneo contém o antígeno anti-B.

Importante destacar também que o tipo O- é o único com poder de doar para todos os outros tipos sanguíneos diferentes, e é justamente por isso que ele é conhecido como “Doador Universal”.

Semelhantemente a isso, temos o tipo sanguíneo AB+, também conhecido como “Receptor Universal”.

A tabela abaixo detalha todas essas compatibilidades:

Tipos SanguíneosDoaRecebe
A+A+, AB+A+, A-, O+, O-
A-A+, B-, AB+, AB-A-, O-
B+B+, AB+B+, B-, O+, O-
B-B+, B-, AB+, AB-B-, O-
AB+AB+Todos
AB-AB+, AB-AB-, A-, B-, O-
O+O+, A+, B+, AB+O+, O-
O-TodosO-

Como Descobrir Meu Tipo Sanguíneo

Se você ainda não sabe qual o seu tipo sanguíneo e ficou interessado em descobrir, saiba que para isso é preciso fazer um exame especifico, chamado de tipagem sanguínea.

No exame é coletado uma amostra pequena e, em um laboratório especializado, mistura-se o sangue da pessoa com outras 3 substâncias diferentes, visando observar qual a reação das mesmas.

Tais substâncias tem em sua composição os anticorpos A, B ou o fator Rh e por conta disso são esperadas reações diferentes em cada uma delas.

Não sendo compatível com uma determinada substância, é possível observar a formação de pequenos grãos, possibilitando então ao profissional uma identificação correta daquele tipo sanguíneo.

Após identificar seu tipo sanguíneo, reflita sobre a possibilidade de se tornar um doador de sangue. Basta se dirigir até um Hemocentro de sua cidade para sanar quaisquer dúvidas que tiver a respeito.

Já adiantamos aqui que o procedimento é totalmente seguro e não trás qualquer tipo de problema para você, muito pelo contrário, dada as dificuldades de se encontrar sangue compatível e as baixas taxas de bolsas nos hospitais, seu gestão poderá salvar muitas vidas.

Para se tornar um doador, é necessário apenas ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar mais de 50 quilos e seguir as instruções de segurança da instituição coletora, como por exemplo, não estar fazendo jejum, entre outros requisitos básicos.

E você, já é um doador de sangue?

Já conhecia seu tipo sanguíneo?

Compartilhe sua experiência conosco escrevendo um comentário logo abaixo.

Veja também: