Pular para o conteúdo

Sibutramina – Conheça Mais Sobre Esse Inibidor de Apetite

A sibutramina como muitos conhecem é um medicamento de uso oral para o tratamento do excesso de peso, que leva à perda de peso através de um duplo mecanismo:

Diminuição da ingestão de alimentos pela elevação da saciedade e diminuição da fome, e prevenção do declínio do gasto energético que segue a perda de peso.

O texto a seguir trará maiores informações a respeito do medicamento, bem como benefícios e contraindicações, não deixe de ler, afinal poderei sanar alguma dúvida a respeito!

O Que é a Sibutramina?

A Sibutramina apareceu em meados de 1980 inicialmente como um antidepressivo, mas logo reparou-se que havia perda de peso naqueles que consumiam o medicamento.

Com isso os estudiosos passaram a analisar a capacidade de emagrecimento do produto.

Mulher Feliz por Perder Peso

É uma substância que atua no sistema nervoso central sobre os neurotransmissores serotonina e noradrenalina e diferente do que muitos pensam não se trata de um inibidor de apetite comum.

Existe um engano comum com a sibutramina, ela não é um moderador de apetite, pois o que este medicamento oferece é a saciedade ao paciente.

Por se tratar de uma substância para o tratamento de obesidade, sua venda deverá ocorrer mediante prescrição médica.

Para Quem este Medicamento é Recomendado?

De acordo com endocrinologistas a Sibutramina deve ser usada somente por pacientes com grau de obesidade grau 1 (quando o Índice de Massa Corpórea, IMC, está entre 30 e 34,9), grau 2 (quando o IMC, está entre 35 e 39,9) e grau 3 (quando o IMC está acima de 40).

A Sibutramina Provoca Efeitos Colaterais?

Sim, e não são poucos.

Segundo especialistas por ser um “parente distante dos remédios antidepressivos”, que atuam em diversos locais do sistema nervoso central, sendo possível assim que que ocorram efeitos colaterais.

Quais São os Efeitos Colaterais?

Mulher com Náuseas

Alguns dos efeitos apresentados por pacientes que fazem ou fizeram o uso da Sibutramina foram o aumento da pressão arterial, elevação da frequência cardíaca, dores de cabeça, boca seca, insônia e prisão de ventre.

Existe Alguma Contraindicação?

As principais contraindicações da sibutramina são:

  • Os pacientes apresentam de alguma cardiopatia (doença no coração) ou descontrole na pressão arterial evita-se o uso do medicamento e se aconselha a fazer é uma dieta balanceada e atividade física, apenas.
  • Pacientes com Diabetes mellitus tipo 2 com pelo menos 1 outro fator de risco, isto é, hipertensão, prática atual do tabagismo ou nefropatia diabética com evidência de perda anormal de proteína pelos rins;
  • Pacientes com doença arterial coronariana (angina, história de infarto do miocárdio), insuficiência cardíaca congestiva, taquicardia (aumento da frequência cardíaca), doença arterial obstrutiva periférica, arritmia ou doença cerebrovascular;
  • Pacientes com hipertensão controlada inadequadamente > 145/90 mmHg;
  • Pacientes que ministram outros medicamentos de ação central para a redução de peso ou tratamento de transtornos psiquiátricos;
  • Pacientes com índice de massa corpórea (IMC) menor que 30 kg/m2.

Retorno ao Peso Anterior

Mulher Irritada com Alimentação

Estudos mostram que, ao interromper a ingestão do medicamento, muitos dos pacientes voltam ao seu peso anterior com grande facilidade e algumas vezes engordam ainda mais, podendo ultrapassar o peso que tinham antes de iniciar a toma de Sibutramina.

Outros efeitos colaterais que podem surgir como a prisão de ventre, boca seca, insônia, dor de cabeça, aumento do suor e alterações do paladar.

Quais As Restrições da Anvisa?

Desde 2013, a substância está liberada no Brasil pelo órgão, mas com algumas restrições.

É exigida que os pacientes e médicos assinem um termo de comprometimento pelo uso da sibutramina e á limitado o consumo de 15 mg do remédio por dia.

Se mesmo com uma alimentação regrada e exercícios físicos o tratamento não render a perda de ao menos 2kg em até quatro semanas, a agência recomenda que se deixe de tomar a substância.

Sibutramina Funciona?

A Sibutramina trabalha porque o paciente fica saciado com as refeições diárias e não aumenta a ingestão de alimentos.

É fundamental saber que cada metabolismo é diferente por isso o medicamento pode não apresentar a mesma eficácia sobre todas as pessoas.

Quais os Benefícios da Sibutramina?

Bom Humor

  • Incita a produção dos neurotransmissores responsáveis por prover o conforto mental como: serotonina, dopamina e norepinefrina, influenciando para a promoção ampla de saciedade;
  • Tem efeito termogênico, promovendo maior aceleração para queimar gorduras, inclusive a visceral;
  • Expande a função do metabolismo;
  • Diminui e controla os níveis de glicose;
  • Aos poucos diminui o colesterol LDL e os triglicérides.

Quando Se Deve Interromper o Uso de Sibutramina?

Mesmo que o indicado da Sibutramina seja para a perda de peso, este medicamento deverá ser suspenso imediatamente caso ocorra:

  • Alterações na frequência cardíaca ou aumentos clinicamente relevantes da pressão arterial;
  • Transtornos psiquiátricos, como ansiedade, depressão, psicose, mania ou tentativa de suicídio;
  • Diminuição de massa corporal inferior a 2 kg após 4 semanas de tratamento com a dose mais alta;
  • Diminuição de massa corporal após 3 meses de tratamento inferior a 5% em relação a inicial;
  • Aumento de 3 kg ou mais de massa corporal após prévia perda;
  • Além disso, o tratamento não deve passar de um ano e deve ser feita uma frequente monitorização da pressão arterial e da frequência cardíaca.

Conclusão

Então meus caros leitores, a Sibutramina é um medicamento indicado como parte pertencente de um programa de perda de peso, recomendado para pacientes com um índice de massa corpórea maior ou igual a 30 kg/m2.

Deixe seu recado a seguir!

Veja também: