O Que é Saxenda, Para que Serve e Como Usar?

A vida moderna que vivemos trouxe diversos benefícios para a humanidade em geral, porém, como consequência, nos deixou com problemas que raramente existiam no passado.

Estamos falando mais especificamente da obesidade e de todas as comorbidades que a cercam, problema que vem se tornando uma verdadeira epidemia na grande maioria dos países do mundo.

A obesidade é considerada o segundo motivo de morte recorrente mais evitável, pois, apesar de ser uma doença crônica e progressiva, que atinge bilhões de pessoas e trás sérios riscos à saúde, ela pode ser evitada.

O fato é que, por conta disso tudo que foi exposto, cresce a cada dia a busca por métodos que sejam eficientes no tratamento da obesidade e perda de peso corporal entre pessoas dos mais variados estilos de vida.

E dentre os produtos disponíveis no mercado dos emagrecedores, um que vem chamando bastante atenção atualmente é o Saxenda.

Apesar de mostrar resultados animadores, o produto, administrado através de um método injetável e que objetiva diminuir o IMC (Índice de Massa Corporal), promovendo um controle crônico do peso em adultos, reparte a opinião de especialistas de área em todos os países.

Diversos médicos recomendam o uso deste produto para seus pacientes, como se ele fosse algo até “milagroso”, por conta de seus benefícios e resultados práticos.

Já outros profissionais da medicina são mais cautelosos, não sendo tão entusiastas de produtos assim, que prometem resultados milagrosos e rápidos, pois temem por possíveis efeitos colaterais ainda não totalmente observados.

Se você enfrenta o problema da obesidade e deseja conhecer mais a fundo as principais características, como funciona, quais são os benefícios oferecidos, efeitos colaterais, entre outras informações sobre a Saxenda, acompanhe a leitura do artigo até o fim.

O que é a Saxenda?

Nada melhor do que iniciar respondendo esta importante pergunta não é mesmo?

Pois então, como já citada inicialmente, a Saxenda é um fármaco de solução injetável prescrito em casos onde é necessária muita perda de peso corporal.

Tendo como princípio ativo uma substância conhecida como Liraglutida, a Saxenda tem a missão de agir no nosso cérebro, fazendo a regulação do centro responsável pelo apetite, garantindo dessa forma a manutenção do peso.

Como também já citado anteriormente, seu uso é destinado para pessoas obesas que tenham um IMC a partir de 30Kg/M2.

Especialistas desta área da saúde e que indicam o medicamento para seus pacientes, alegam que o Saxenda é muito eficiente para fazer o paciente perder peso, porém, sempre associado a uma mudança de hábitos de vida, como prática de exercícios físicos regulares e uma alimentação equilibrada.

Toda esta reunião de estratégias promete fazer o paciente diminuir seu peso em até 10% segundo os defensores do produto.

Além do mais, o uso deste medicamento é indicado para o tratamento de outras moléstias, relacionadas ao quadro de obesidade, tais como hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e colesterol alto.

O fato é que todos aqueles pacientes recomendados por um especialista para fazer uso da Saxenda, necessita se comprometer a transformar seus hábitos de vida, essencialmente aqueles que tenham diabetes tipo 2.

Esses precisam adotar uma dieta hipocalórica, fazer exercícios físicos com regularidade, dormir o tempo necessário, entre outros cuidados.

Para que Serve?

O Saxenda é um medicamento recomendado para pessoas acima do peso que tenham muita dificuldade para emagrecer, sendo prescrito por médicos especialistas para controle de peso corporal em adultos, atuando através da diminuição da fome.

As aplicações da Saxenda Liraglutida são tidas como um fortíssimo emagrecedor, responsável por inibir ou melhor, diminuir o apetite, o que acaba ocasionando diminuição da quantidade de alimentos ingeridos.

Sua atuação se dá por conta do seu princípio ativo ser semelhante a um hormônio natural do nosso organismo, conhecido como GLP-1, hormônio esse que é liberado pelo intestino após as refeições.

A liberação deste hormônio faz com que a insulina e a leptina interajam com os receptores hipotalâmicos, por meio do sistema nervoso central, para propiciar saciedade.

Desta forma, ele tem a capacidade de proporcionar uma maior sensação de saciedade, favorecendo a diminuição do consumo de alimentos e também uma reeducação da relação com os alimentos, o que leva a perda de peso como consequência.

Não obstante, ele combate a adiposidade, ou seja, aquele excesso de gordura acumulada no tecido adiposo, diminuindo sua absorção pelo organismo.

Como dito no inicio do post, a Saxenda tem o poder de combater outras moléstias relacionadas à obesidade, sendo um dos produtos emagrecedores naturais mais conhecidos atualmente.

Quando surgiu no mercado ele era prescrito para o tratamento do diabetes, mas após certo tempo foi constatado que ele também poderia ser um importante auxiliar no emagrecimento.

O fármaco passou também a ser recomendado para tratar, além da diabetes, doenças como a hipertensão arterial, níveis anormais de gorduras no sangue, problemas respiratórios no decorrer do sono, apneia obstrutiva do sono, entre outros.

A forma de atuação da Saxenda se dá diretamente no cérebro, elevando a sensação de saciedade e diminuindo a absorção de gordura, o que impossibilita a adiposidade.

Muitos estudos foram feitos para comprovar a eficiência deste medicamento, sendo que os mais recentes comprovaram efeitos positivos, ou seja, a eficiência do medicamento está clinicamente comprovada.

Em destes estudos mais recentes, 3.731 pacientes utilizaram o produto e destes, 85% tiveram perda de peso confirmada.

Contudo, também foi notado um alto índice de efeitos colaterais e reações adversas após seu uso, sendo assim, é fundamental a prescrição e acompanhamento médico especializado durante seu uso.

Efeitos Colaterais

Dentre os efeitos colaterais mais comuns após uso do Saxenda podemos destacar os seguintes:

  • Enjoo;
  • Boca seca;
  • Diarreia;
  • Prisão de Ventre;
  • Dores de Cabeça;
  • Fadiga;
  • Tontura;
  • Dores de Estômago;
  • Reação no Lugar da Aplicação;
  • Hipoglicemia;
  • Alteração nos Níveis de Enzimas (Lipase) no Sangue.

Além destes sinais mais leves, foram notados em pacientes alguns sintomas mais graves, tais como:

  • Inflamação do Pâncreas (Pancreatite Aguda,);
  • Problemas de Vesícula Biliar;
  • Aumento da frequência cardíaca e outros problemas cardiovasculares;
  • Problemas Renais (Insuficiência Renal);
  • Depressão ou Pensamentos Suicidas.

Portanto, se você ou alguém próximo faz uso deste medicamento, é muito importante ficar atento a estes sintomas, pois caso surjam, é fundamental cessar o uso do produto imediatamente e se necessário, buscar ajuda médica hospitalar.

Como Aplicar Corretamente?

São muitos os cuidados necessários para se fazer a aplicação correta do Saxenda, sendo assim, procure orientação médica e leia a bula atentamente para não cometer nenhum engano.

Para simplificar um pouco mais seu uso, confira as dicas que preparamos abaixo:

1 – Insira a agulha, garantindo que seu dedo não esteja cobrindo o dosador pois isso pode atrapalhar a aplicação.

2 – Mantenha a agulha inserida por 6 segundos e um pouquinho mais, pois se ela for retirada antes disso, não há garantia de que a dose correta tenha sido aplicada.

3 – Retire a agulha e faça uma certa pressão sobre a região da aplicação, pois isso ajudará conter o possível sangramento. Apesar dessa pressão, é importante não esfregar essa região.

Você usa ou já usou a saxenda?

Comente abaixo!

Veja também: