Creatina – Pra que Serve e Como Usar

A Creatinina nada mais é do que uma substância existente em nosso sistema sanguíneo, sendo formada pelos músculos e descartada por nossos rins através de filtragem.

Por meio do exame das taxas de concentração da substância no sistema sanguíneo é possível se detectar a existência de algum problema que requeira cuidados e tratamentos nos rins.

Se após o exame ficar constatado um aumento dos níveis de concentração do composto, pode ser um alerta de que os rins não estejam dando conta de excretar a creatinina do nosso organismo, assim, a mesma passa a ficar acumulada no corpo.

Creatinina – Valores Padrão ou de Referência do Exame

Para fins de análise e diagnóstico, os valores normais de referência para as taxas de Creatinina no sistema sanguíneo seguem, normalmente, os seguintes valores especificados abaixo (há possibilidade de variação conforme o laboratório):

  • Mulheres: entre 0,5 a 1,1 mg/dL;
  • Homens: entre 0,6 a 1,2 mg/dL.

Como pode ser observado nos valores de referência acima, os níveis de Creatinina presente no corpo dos homens é geralmente maior do que o das mulheres, isso por conta de sua constituição corporal ser maior e mais dotada de músculos.

Dessa forma, com toda essa massa muscular mais desenvolvida, é esperado níveis de Creatinina levemente mais altos no organismo masculino.

Como é Realizado o Exame

Normalmente este exame é feito por meio da coleta de sangue e consequente quantificação da presença da substância nesta amostra.

Entretanto, pode ocorrer também do médico especialista solicitar a realização de um exame de urina, deste modo, a se depender do tipo de exame, existem cuidados diferentes a se observar:

Exame de Sangue

O principal cuidado para fazer esse exame é dizer ao seu médico todos os remédios que está fazendo uso atualmente, pois pode ser preciso suspender momentaneamente alguns delea antes de colher o sangue na data indicada.

Dentre os principais medicamentos que precisam ser suspensos obrigatoriamente, estão a cimetidina, a aspirina, ibuprofeno e as cefalosporinas.

Exame de Urina

Este exame é realizado durante 24 horas, sendo que, durante este tempo, é necessário guardar toda a urina excretada dentro do frasco disponibilizado pelo laboratório de análises.

Para realizar o teste, o especialista pode indicar ainda que seu paciente deixe consumir diversos tipos de alimentos ou mesmo que eles evitem tomar alguns medicamentos, mas isso irá variar de acordo com o caso em si.

Creatinina Alta

No momento que os níveis de Creatinina no sistema sanguíneo aparecem acima do padrão normal, isso pode ser um indicativo por exemplo de uma lesão nos vasos sanguíneos dos rins, uma infecção renal, uma diminuição do fluxo de sangue para os rins, dentre outros possíveis problemas.

Veja na sequência algumas dos principais sinais e sintomas que podem surgir quando a creatinina está presente em altas doses no organismo:

  • Cansaço descomedido;
  • Surgimento de inchaço de pernas ou braços;
  • Impressão de falta de ar;
  • Desordem e confusão frequente;
  • Enjoos e vômitos.

Importante citar que nos casos de atletas e principalmente fisiculturistas, podem apresentar em seus exames uma alta taxa de Creatinina.

Isso se deve à grande e intensa atividade muscular que gera muita dessa substância e não necessariamente devido a problemas nos rins.

Ao aparecer qualquer suspeita de problemas nos rins, o médico especialista tem a seu critério fazer o pedido do exame de clearance de creatinina, exame que faz a comparação da quantidade de creatinina obtidos no sangue e na urina.

Assim, se o problema estiver presente no funcionamento dos rins, a quantidade de creatinina no sangue deverá ser mais alta do que a quantidade presente na urina, pelo fato dos rins não estarem excretando a substância perfeitamente.

Creatinina Baixa

Os níveis baixos de Creatinina no sistema sanguíneo não são normalmente causa de preocupação e são mais frequentes em mulheres grávidas e em pacientes com doenças hepáticas, pois este órgão também é responsável por sintetizar a substância.

Apesar disso, é necessário se fazer um diagnóstico diferenciado em certos casos, pois, esse resultado em algumas pessoas podem indicar doenças nos músculos, como por exemplo a distrofia muscular, onde sintomas como fraqueza, dor muscular ou dificuldade para movimentar os braços ou pernas está presente.

Importância de Uma Alimentação Correta

Conforme acompanhamos durante este artigo, a grande maioria dos casos de aumento da creatinina presente no sistema sanguíneo está interligada com alterações existentes nos rins.

Desta forma, é fundamental que sejam realizadas algumas importantes alterações na alimentação desse paciente, com objetivo de evitar sobrecarga nos rins e possível agravamento da doença.

Procurar um profissional nutricionista portanto pode ser uma excelente estratégia para perda e controle de peso, bem como para encontrar uma dieta balanceada, já que é necessário por exemplo que o paciente consuma menos proteínas, sal e outros alimentos ricos em fósforo e potássio.

E você, tem alguma vivência quanto a estes assuntos tratados aqui hoje? Poderia contribuir com nossos leitores sobre sua experiência?

Deixe-nos um comentário abaixo que rapidamente responderemos a todos!

Veja também: