IMC – Como Calcular e Quais os Benefícios?

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma medida internacional inventada na década de 1830, calculada com uma fórmula matemática simples e rápida.

De fato, o IMC permite estimar se o seu peso está alinhado com a sua altura.

Contudo, esse indicador de tamanho corporal tem seus limites.

Para ajudar você a entender mais sobre o IMC, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto.

Ficou interessada em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Origens e Utilidade do IMC

É ao matemático e estatístico Adolphe Quetelet (1796-1874) que devemos esse índice. No entanto, o termo “Índice de Massa Corporal” só apareceu em 1972, bem após a criação do que foi originalmente chamado de “Índice Quetelet”.

Em suma, desde 1997, a OMS (Organização Mundial de Saúde) utiliza esse índice para estabelecer uma classificação de referência padrão para excesso de peso, que pode ser usada internacionalmente.

O objetivo desta classificação é avaliar os riscos associados ao excesso de peso.

O fato de calcular regularmente seu IMC é, portanto, interessante: identificar suas próprias alterações de peso e interpretá-las de acordo com as informações fornecidas pela OMS.

Como Calcular o IMC?

Fazendo Contas

O cálculo do IMC é relativamente simples, pois requer apenas dois critérios: sua altura (em cm) e seu peso (em kg). A fórmula matemática exata é a seguinte:

IMC = Peso / (altura X altura)

Observe, no entanto, que esta fórmula de IMC é válida apenas para adultos de 18 a 65 anos.

Assim, crianças, adolescentes, idosos, mas também gestantes ou pessoas muito musculosas, devem procurar outros métodos.

Interpretação do Índice de Massa Corporal

A interpretação é feita de acordo com a classificação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Abaixo, você tem uma tabela com os diferentes intervalos de valores de IMC e sua respectiva interpretação:

IMCInterpretação (de acordo com a OMS)
Menos de 16Anorexia ou desnutrição
Entre 16,5 e 18,5Magreza
Entre 18,5 e 25Peso normal
Entre 25 e 30Excesso de peso
Entre 30 e 35Obesidade moderada (classe 1)
Entre 35 e 40Obesidade alta (classe 2)
Maior que 40Obesidade mórbida

Dessa forma, o chamado IMC normal está entre 18,5 e 25. Se o resultado for menor que 18,5, você é considerado muito magro.

Além de 25, você está acima do peso e precisa buscar formas de alcançar o peso recomendado.

De fato, um IMC alto aumenta o risco de desenvolver certas doenças, principalmente doenças cardiovasculares, pulmonares ou articulares.

No entanto, esteja ciente de que o IMC é apenas um sinal que deve ser um alerta para encorajá-la a marcar uma consulta com um clínico geral.

Este último poderá explicar os possíveis riscos para você.

Vantagens e Desvantagens do IMC

Mulher na Balança
De fato, esse método não é tão perfeito como parece.

Além de benefícios, ele também possui algumas desvantagens que precisam ser consideradas.

Os benefícios do IMC são:

  • Cálculo fácil, que requer apenas peso e tamanho, através de uma fórmula simples.
  • Indicador generalizado de forma “internacional”, possibilitando a realização de estatísticas em escala mundial.
  • É uma forma pedagógica para fazer as crianças entenderem quando estão acima do peso ou quando precisam comer melhor

De fato, as desvantagens do IMC são:

  • A silhueta não é levada em consideração.
  • A história do peso não é levada em consideração.
  • Fatores determinantes como sexo, idade ou origem étnica não são levados em consideração.

O Índice de Massa Corporal é um Indicador Confiável?

Mulher Pensando

O Índice de Massa Corporal é usado alegremente no ambiente médico por sua velocidade. No entanto, sua confiabilidade está longe de ser unânime.

Como já citei, obviamente, é importante não levar em consideração o IMC em casos especiais, como mulheres grávidas ou atletas.

Mas, mesmo na população normal, parece que o IMC está errado na maioria das vezes.

De fato, esse índice permite identificar pessoas com sobrepeso ou obesidade, mas não permite analisar a gordura visceral, a que está alojada nos órgãos. Justamente essa que costuma ser o problema.

No entanto, existem muitas pessoas magras do ponto de vista do IMC, mas que acumulam gordura com seu estilo de vida pouco ativo. Isso levanta questões sobre a relevância desse indicador.

De fato, as vezes uma simples medição da circunferência da barriga de uma pessoa pode dizer muito mais sobre como sua saúde está, em relação ao Índice de Massa Corporal, por exemplo.

Gostou de saber mais sobre o IMC?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Veja também: