6 Benefícios do Chá de Hibisco e Como Consumir

Muito em uso hoje em dia, o chá de hibisco vem cada vez mais ganhando espaço no dia-a-dia de muitas pessoas, principalmente entre aquelas que buscam levar um estilo de vida mais saudável.

Destacando-se pelo marcante aroma, sempre agradável, a infusão é feita a partir do botão seco da planta, que cientificamente é conhecida como “Hibiscus sabdariffa”, que ainda é chamada também de “vinagreira”.

Para além de ser uma bebida “da moda” atualmente, o chá de hibisco tem sido utilizado como ingrediente medicinal durante muitos séculos.

A boa notícia é que pesquisas atuais comprovaram esse viés medicinal, tanto da bebida quanto o extrato da planta, como grandes aliados no momento de prevenir moléstias.

Popularmente, o chá de hibisco ganhou sua notoriedade principalmente pelo uso por pessoas que desejam emagrecer, perdendo peso de forma saudável.

Além disso, através dos estudos recentes, descobriu-se que suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias são indicadas também para todas aquelas pessoas que não abrem mão do seu bem-estar e qualidade de vida.

Além de facílimo de ser feito, o chá de hibisco não tem calorias e pode ser consumido como uma bebida fria ou quente.

Veja na sequência maiores detalhes sobre todos os benefícios que a bebida oferece para nosso organismo.

Principais Benefícios do Chá de Hibisco para Nossa Saúde

1 – Reduz Pressão Arterial

A pressão alta ou hipertensão arterial, normalmente ocorre quando nossos vasos sanguíneos se contraem, fato que pode gerar problemas cardíacos como infarto ou avc (acidente vascular cerebral).

Em nosso país existem milhões de pessoas com esta doença, porém a excelente notícia é que diversas pesquisas vem comprovando a atuação do chá de hibisco como auxiliar na diminuição da pressão arterial de quem faz uso com regularidade do chá de hibisco.

Ele tem esse poder por conta da presença de substâncias conhecidas como antocianinas, que são as principais responsáveis pelos efeitos anti-hipertensivos em nosso corpo.

O grande número deste composto no alimento, além da presença de ácidos orgânicos, vitaminas e minerais, ajuda ainda na prevenção do estresse oxidativo das células, auxiliando novamente no controle das doenças cardiovasculares.

2 – Auxilia o Processo de Emagrecimento

Mulher Medindo a Cintura

Com certeza a ajuda na perda de peso é um dos benefícios mais conhecidos e procurados por quem toma chá de hibisco e isso se deve principalmente a capacidade que o produto tem em reduzir a criação de células de gordura, evitando consequentemente que o individuo acumule excesso de gordura.

Dentre os principais componentes antioxidantes presentes no chá, estão os flavonoides e antocianinas, que contribuem para evitar este problema.

Ao reduzir este processo, o chá de hibisco colabora para que uma quantidade menor de gordura fique acumulada na área do abdômen e dos quadris.

O hibisco tem a propriedade ainda de bloquear a produção da enzima amilase, que é especialista em transformar o amido em açúcar.

Vale dizer também que, para que o chá de hibisco tenha eficiência na redução de peso, é importante vincular o consumo da bebida a um plano alimentar equilibrado, além da prática regular de exercícios físicos.

3 – Regula os Níveis do Colesterol

Fazer um consumo regularmente do chá de hibisco tem se mostrado efetivo para diminuição dos níveis de colesterol no sangue e os triglicerídeos em pessoas com diabetes e síndrome metabólica.

Pesquisas em sítios importantes vem demonstrando todos esses benefícios do chá de hibisco, como a do Journal of Traditional and Complementary Medicine, que divulgou uma pesquisa onde foram avaliadas 60 pessoas com diabetes que ingeriram o chá de hibisco ou chá preto regularmente, como 100 mg de extrato.

Ficou constatado que aqueles indivíduos que consumiram o chá de hibisco obtiveram uma elevação do colesterol HDL ou o popularmente “colesterol bom” e redução do LDL ou “colesterol ruim” e triglicérides.

4 – Melhora da Saúde Hepática

Mulher com Fígado Saudável

Pesquisas feitas em humanos e animais demonstraram que a ingestão do chá de hibisco melhora a saúde do fígado, pois eleva a presença das enzimas desintoxicantes e diminui os danos ao órgão.

Conforme demonstra um estudo revelado no “The Journal of Functional Foods”, consumir o extrato de hibisco por cerca de 12 semanas melhorou a esteatose hepática, ou seja, gordura excessiva no fígado que prejudica suas funções, em 19 pessoas com sobrepeso.

5 – Diminui Retenção de Líquidos

Nosso organismo em certas circunstâncias acaba fazendo a retenção de água de forma excessiva, o que provoca inchaços que incomodam demais.

Dessa forma, o chá de hibisco possui uma forte ação diurética, pois é muito rico em quercetina, uma substância de forte ação diurética, ou seja, que aumenta a produção da urina durante o dia, eliminando assim uma grande quantidade de toxinas e de água retida pelo organismo.

6 – Benefícios Ainda em Estudos

Prevenção do envelhecimento precoce: Por ser rico em antioxidantes, o chá de hibisco auxilia na prevenção de doenças causadas pelo acúmulo de radicais livres, que geram danos às células e leva a um envelhecimento precoce.

Pesquisas recentes em ratos comprovaram que o extrato de hibisco elevou o número de enzimas antioxidantes e diminuiu os efeitos nocivos dos radicais livres em até 92%.

Porém outros estudos ainda são necessários em humanos para se comprovar este benefício.

Reduz o risco de câncer: A ação das antocianinas (antioxidante) podem diminuir o risco de câncer segundos estudos feitos em tubos de ensaio, que indicaram que a inclusão de alimentos antioxidantes contribuem para a prevenção de muitas doenças, dentre elas o câncer.

Novamente, pesquisas mais específicas precisam ser realizadas para comprovação de mais esses benefícios.

Contraindicações

Mulher Assustada

Por reduzir os níveis de estrogênio no nosso organismo, o chá de hibisco não é indicado para aquelas pessoas que passam por terapia de reposição hormonal (TRH) ou que tomam pílulas anticoncepcionais.

Além do que, ele também altera a fertilidade, pois inibe a ovulação de forma temporária.

O chá não é aconselhado ainda no decorrer de uma gestação ou para lactantes, pois há alteração no equilíbrio hormonal e o chá de hibisco atua sobre a musculatura do útero, o que ocasionar um aborto, além do risco de mutações genéticas.

É recomendado ainda que se evite ingerir o chá de hibisco durante à noite, para que não aconteça queda na qualidade do sono.

Por sua ação diurética, ele causa também eliminação contínua de potássio e outros eletrólitos, não sendo recomendável que pessoas com doenças cardíacas grave, que precisam de níveis adequados desse mineral.

O consumo excessivo de chá causa efeitos indesejáveis como dor de cabeça, náuseas, hipotensão, câimbras e problemas relacionados ao fígado.

Pacientes que usam remédios anti-hipertensivos ou fazem uso de paracetamol precisam de uma atenção especial, pois, da mesma forma como ocorre com outros chás de ervas, o de hibisco pode interferir na eficácia dos mesmos.

É fundamental aqui que você consulte um médico para te orientar antes de fazer o consumo.

Como Consumir o Chá de Hibisco

Mulher na Cozinha Tomando Chá

De acordo com especialistas médicos e da área nutricional, o recomendado é que se consuma em torno de uma a duas xícaras de 200 ml de chá de hibisco por dia.

O melhor modo de preparo é através da infusão. Adicione uma colher de sopa da planta seca em 1 litro de água quente e deixe repousar por 5 a 10 minutos.

Após isso, coe e mantenha de preferência em um recipiente de vidro ou cerâmica.

Caso prefira consumir gelado, é possível manter a bebida no refrigerador por até 6h, mas o correto é tomar logo após o preparo, para não perder suas propriedades nutricionais.

Por fim, evite adoçar o chá, seja com açúcar ou com adoçantes artificiais, ambos prejudiciais para a saúde.

Veja também: